terça-feira, 13 de janeiro de 2015

A memória


Hoje ela me apareceu tão alegre
Trazendo com ela um sorriso meu
Me envolveu em palavras e imagens
A tal ponto, de minh'alma sentir cheiros
Não me trouxe convites ou propostas
Me encantou com um velho som desigual
Desequilibrou-me com seus rodopios
Assobiando e cantarolando suas canções 
Velhas e novas canções dissonantes
Me fez sorrir, me fez chorar de amor
Me dizendo baixinho ao pé do ouvir
Não se esqueça de dar graças a Deus
Não deixe os beijos e abraços para depois
Ame hoje, declare hoje a sua alegria
Seja você, seja livre, seja feliz

Nenhum comentário:

Postar um comentário