sexta-feira, 7 de novembro de 2014

A cura


Deslizei meu olhar sobre você
E tudo surgiu como pura magia
Os sentimentos mais intensos
As sensações, todas tão ternas

Ali, me olhando e diante de mim
A idealização do pré-sentimento
Doce, meiga, atenciosa e bela
E seu olhar me envolvendo

E eu falando verdades puras
Misturadas a puras vontades
Verdade crua, vontade pura
Pensei com intuitiva mente

Será minha cura?

Nenhum comentário:

Postar um comentário