sexta-feira, 1 de agosto de 2014

Escrever


Hoje morri para ti e vivo só sem você
Só, sozinho, aqui sem você solidão
Cercado de tudo e de todos a sós
Morreu o nós, morreu o dois em um
Morreram as promessas de nós dois

Hoje eu vivo assim, escrevendo versos
Como sempre estive aqui com você
Escrevo a sós, na companhia da solidão
Morreu o dois, somos dois uns e é só
Só me acompanho de lembranças

Agora vá solidão e me deixe aqui a sós
A sós com as coisas que sinto e escrevo
Acompanhado e acompanhando versos
Versos que chamo de meus, eu os escrevo
Versos tão seus, porque permaneço só

Nenhum comentário:

Postar um comentário