sexta-feira, 1 de agosto de 2014

Escrever II



Quando tudo me parece ir bem, então escrevo.
Quando me sinto realizado e pleno, estando feliz
Então  escrevo coisas aparentemente tristes,
Mas é só uma falta de atenção de quem lê 
Falta de atenção com as vírgulas e pontos

Porque quando estou pré-ocupado, calo
Calo as palavras, calo as mãos, calo o olhar
E sinto crescer um calo enorme na alma
Que me faz doer o pé dos meus sentimentos
Então não falo, calo sentindo a dor do calo

Mas agora que ando alegre e feliz, então eu falo
Falo e não calo nem as palavras, nem o olhar
Caminhando o hoje que tenho com alegria
Caminhando o hoje que tenho, com alegria
Escrevo, falo, não calo, nem os calos que tenho

Nenhum comentário:

Postar um comentário