sábado, 26 de julho de 2014

Samba é mesmo assim ( O morro que mora em mim)


Hoje chorei um verso simples
Sem tristeza alguma pra chorar
Chorei só porque lembrei você
Naquele dia em que você partiu
Me deixando livre e sorrindo

Chorei pelo tempo que durou
Durando perdas, dores, solidão
Chorei porque ouvia um samba
Que me lembrou aquela visão
Onde tudo era pura ilusão

Chorei sem saudade alguma
Chorei sem vontade de voltar
Chorei sorrindo por dentro
Chorei chorando por chorar
Rapidamente voltou meu cantar

Nenhum comentário:

Postar um comentário