sábado, 19 de maio de 2012

MUDANÇAS


Andei em versos de inversos sentimentos
A lua que não brilha, tem o brilho do sol
O mar que se agita, agiganta-se é terno
Os sentimentos diversos de justiça
De uma esperança a ser conquistada
Porque esperança não é só esperar
Esperança na luta, no caminho de chão
A terra batida, o asfalto, o Jegue, o avião
Todos juntos sendo uteis ao caminhar
Indo ao encontro da conquista árdua
Da trajetória sempre sana e louvável
De mais e novas conquistas sociais

Nenhum comentário:

Postar um comentário