sábado, 29 de outubro de 2011

A invasão


Aquela sensação outrora estranha
Que sempre me avisa a hora
E que com o passar do tempo
Tornou-se minha companheira
Aquela certeza tamanha
Sensações, sentimentos, visões
Me invadiu hoje, dizendo-me vem
Os olhos que a tantos anos contemplo
De um castanho sem igual
Sorriu seu sorriso cordial
Me chamando pelo nome
Me dizendo vem

Nenhum comentário:

Postar um comentário