domingo, 23 de janeiro de 2011

QUE VOCÊ SEJA FELIZ


Desejo coisas simples a você
Pois espero que você seja feliz
Nas manhãs, café e pão quentinho
Porque pães podem engordar
Desejo um dia de trabalho produtivo
Porque des-emprego faz des-esperar
E que você tenha prazer  nele
Pois isto nos faz feliz

Desejo coisas simples a você
Como comer arroz e feijão
E que seja preto o feijão
Pois o ferro dá vigor
Coma verduras, legumes
Fruta na sobremesa
E escolha a da estação
O preço é bem melhor

Desejo coisas simples a você
Ao voltar para casa esqueça,
Esqueça de chefes, funcionários
Passe no mercado e compre, se puder
Biscoitos de polvilho ou o que aprouver
E vá comendo, não deixe um sequer,
Fazendo assim, gaste todo egoismo nisto

A noite, leia um bom livro
Telefone para alguem que se quer bem
A saudade vai ajudar a escolher
Antes de deitar faça uma prece
Creia na força que ela tem
E deite-se, não sem se lembrar
Que eu sou um homem simples

2 comentários:

  1. Lindo, suave, doce....

    Ah!!Carioca, como pode escrever tão bem ?!
    Maravilhoso!

    ResponderExcluir
  2. Simplesmente MARAVILHOSO esse poema!!!!!

    ResponderExcluir