quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

Sínteses

Caminhos, verdades pessoais. Verdades, ideologias pessoais. Ideologias são sempre pessoais.
Parecemos seguir algumas, mas quanto mais pensamos, mais divergimos; quanto mais divergimos, mais pensamos e entendemos melhor as verdades pessoais dos outros, as ideologias e seus valores temporais, conjuntos de afirmações amareladas pelo tempo e por outras afirmações que partiram daquele primeiro degrau, que, embora amarelado, permanece sólido como um mármore, esperando polimento para brilhar, polimento que só é possível se feito por idéias divergentes, contrárias, até convergentes, mas nunca iguais e aí a síntese, irmã prima de muitas idéias, que nos dá a impressão de  havermos encontrado a verdade e a roda volta a girar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário